Normas Técnicas

DIN5401(1964) – Norma Alemã em desuso, embora ainda no mercado se especifique: classes I, classe II, classe III, etc. Foi absorvida pela IS0 3290

IS0 3290 – As esferas de aço são classificadas em grades: Grade 3, 5, 10, 16, 20, 24, 28, 40, 60, 100 e 200. Com a internacionalização da norma, foram deixados de lado os grades 500 e 1000 da Norma AFBMA, por se tratarem de esferas tão imprecisas que não se justificava controlar limites tão grandes de tolerâncias.

DIN5401:2002-08 – Com a reedição atualizada desta norma alemã, usada aqui no Brasil pelas fabricantes de rolamentos e esferas, foi efetuada uma composição entre a antiga DIN 5401 e a ISO 3290. Nesta formulação as dimensões continuam milimétricas, foram suprimidas as classes e mesclaram-se alguns parâmetros (interpolação de dados) da norma DIN antiga e extrapolação da ISO 3290.

Estas normas valem para quaisquer tipos de aço, cabendo aos fabricantes definir os limites para os quais certas esferas podem ser produzidas ou não. Por exemplo, é impossível fabricar uma esfera de aço inox austenitico grade 10 diâmetro 25,40 mm, porque a dureza do aço é tão baixa que não permite obter uma ovalização de 0,4 μm. O menor grade possível para a esfera de diâmetro 25,40 mm é o grade 60, porque este admite uma ovalização de 1,5 μm.

Somente a matéria prima está mormalizada. As tolerâncias dimensionais dependem do fabricante.

Para este material também não existe Norma. Fornecemos o produto de acordo com as possibilidades técnicas de sua fabricação tendo em vista a aplicação.

Não está normalizado. Define-se as tolerâncias do produto, em função de suas possibilidades técnicas e tendo em vista as necessidades dos clientes.

Ainda não foi formulada Norma para este tipo de material, valendo o especificado para esferas de Alumínio e Bronze.